A little Big Sucker
© intercalado
Disseram-me para esperar um breve segundo.
Esperei meses, anos, os braços cruzados, sozinha;
Privei-me, na demora, de desbravar o mundo
A felicidade esqueceu-se de avisar que não vinha.”
»
.
Amor, sentado em nossa cama ao seu lado te escrevo essa carta ao observar você descansar, dormindo com aquele meu moletom que você adora, e com aquele shorts curto que eu tanto amo. Só de pensar que hoje pode ser a última vez que vejo você vestida nele me parte o coração, mas bem, preciso ser forte e começar o que já comecei não é mesmo? Pois bem amor, lembra-se de todas as vezes que conversamos sobre um dar força por outro? Pois é, lembra-se das vezes que conseguimos fazer o outro rir com apenas uma brincadeira? Eu sempre disse a ti que isso era mais do uma ajuda, mais do que segurarmos nossas mãos entrelaçadas não é mesmo, era um aprendizado. No fundo eu sempre quis te ensinar que é possível sim ser feliz sozinha amor, e que por mais que sempre desejei sua dependência a mim, aos meus gestos, as minhas caricias, eu sabia que isso era perigoso, que isso podia ser desastroso no final…. E assim foi. Amor, espero que não sinta raiva de mim ao ler essa carta, eu apenas estou protegendo você, te assegurando de um futuro incerto e de uma dor mais forte ainda, me perdoe por isso. Sabe todos os momentos que passamos juntos? Pois é, todos esses momentos estão aqui ainda tá? Ops não, “tá” não, *tá bem* né? Sei o quanto odeia que eu diga “tá” em nossas conversas, sempre acha que eu estou sendo grosso contigo. Mas não sabe amor, acho que foi esse um dos aspectos que fez o nosso amor ser tão forte e dourado-o, a paciência e métodos de nos tratarmos, afinal, raras foram as vezes que fomos dormir brigados não é mesmo? Você foi minha estrela no meio do céu escuro, meu relógio em meio o tempo, meu esconderijo em meio ao medo, meu sorriso em meio as lágrimas… A meus medos, o que seria de mim sem você para combatê-los… Obrigado por todas as horas que passamos juntos em uma ligação, ou todas as noites que dormimos com os notebooks e skypes ligados, foi a maior forma de segurança que já tive na vida, afinal antes de te conhecer eu nem sabia o que era sonho, e hoje depois de estar tanto tempo com você, eu não lembro o que são pesadelos! Sinistro não é mesmo?
Meu amor, obrigado por ter me tirado do fundo do poço tá? Seu amor, carinho, gratidão, compreensão, sua presença foram e serão sempre as maiores formas de afetos que já recebi na vida, isso eu tenho certeza, mas agora já está na hora de ir, por mais que nos amamos eu não posso ficar.., Hoje na hora do jantar eu escutei seus pais conversando com você daqui do quarto enquanto descansava, eles não permitiram o nosso namoro não é mesmo!? Será que foi por esse motivo a briga d antes de ontem e da semana passada? Provavelmente né! Sabe amor, não dá mais, não é justo, não é certo, não posso ficar entre você e sua família, não posso ficar entre ti e seus pais. agora pouco enquanto dormia fui até a sala tentar conversar com ele, percebi o quanto ele não gosta de mim e o quanto nunca será a pavor de “nós”, e no fundo não quero isso para nós, não quero isso para você, afinal por mais que você tente esconder eu percebi você chorando no banho, sei o quanto isso tem sido difícil, por isso tomei essa decisão.
Não se esqueça de tudo o que aprendemos um com outro tá bem? Você pode ser forte só basta querer, Deus está com você assim como eu sempre estarei, em seu coração. Nunca diga que não é capaz de algo, afinal, sua força é das mais bravas, e das guerreiras da vida você foi a que mais superou barreiras, há que barreiras, tenho um orgulho muito grande de você por isso. Está na hora de ser forte tá, mas dessa vez sozinha, eu prometo que sempre estarei por perto, você pode me ligar, nossa amizade sempre prevalecerá, afinal o que Deus uni o homem………
É, talvez não seja bem assim, mas é um preço que eu vou ter de pagar, vai ficar tudo bem tá? Eu prometo… e lembre-se sempre: “Estou com você, senão for fácil, continuar e persistir, tenha fé que estou com você…” Obrigado por existir minha princesa de cabelos cacheados, eu amo você, sempre e para sempre.”
Carta de despedida. - Lucas Vieira 
O vento só leva o que a gente deixa solto.”
Desconhecido.  
Um milhão vezes zero é zero. Não coloque sua intensidade onde não tem nada.”
Tati Bernardi.   (via conspirada)